quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Bom dia sol!

Primeiramente eu queria deixar bem claro que eu tenho mais o que fazer do que ficar aqui escrevendo e o único motivo que eu voltei daquela praia linda lá fora é porque eu peguei uma insolação terrível que tá me doendo até a alma então eu tenho que ficar aqui de molho e já que é assim vamos fazer algo produtivo (não que esse blog seja produtivo, mas enfim..)

Ai que linda a sua marquinha de praia.
Eu cheguei a conclusão de que praia é um lugar que você precisa estar muito preparado pra ir, se não você se ferra. Você precisa ter toda a força pra aguentar a barra porque a cada minuto aparece uma nova tentativa de Deus fazer bullying em você.
Pra começar todo mundo por aqui tem os corpos perfeitos, e se tem uma coisa que eu DETESTO é gente bonita perto de mim me diminuindo e acentuando ainda mais a minha feiúra e meu bronzeado à lá Palmito que eu adquiri depois de uma vida inteira morando no Centro Oeste - lugar onde o sol só serve pra fazer você passar mal de calor e não pra te bronzear. Ahh, o sol, ou como eu prefiro chamá-lo: essa grande máquina de fazer câncer.
Sem falar no absurdo que é o preço da cerveja aqui, aliás, não é cerveja, é Kaiser e Bavaria não sei se dá pra classificar como cerveja mas pra mim o único motivo de eles venderem isso aqui é porque as pessoas estão distraídas com todo o sol, o mar e os corpos sarados na praia que não ligam se a cerveja é uma bosta.

É preciso bronzear como se não houvesse um amanhã com queimaduras de 3º grau.
É claro que eu estou reclamando de tudo mas é ÓBVIO que eu to adorando ter saído um pouco do mato e ido pro litoral passar as férias, essa mágoa toda na verdade são minhas queimaduras de sol falando.
Então é isso, meu conselho é o mesmo que o Pedro Bial já encheu o saco falando: use filtro solar. Vou nessa porque eu tenho que dar um jeito de me recuperar, pois me conhecendo bem como eu me conheço eu sei que sou babaca, não aprendo nada e amanhã eu vou pegar uma insolação ainda pior que essa.